313287.1412

  • Estruturação de empresas
  • 12/07/17

Como superar a crise financeira na sua empresa


A superação da crise financeira se transformou em um desafio constante para as empresas brasileiras, independente do seu porte. Considerando que ainda não há perspectivas concretas de melhorias do cenário econômico nacional e o instituto da Recuperação Judicial tem levado à falência a maior parte das empresas que dele se utilizam, é preciso desenvolver estratégias a fim de evitar maiores prejuízos – e garantir o futuro dos negócios.

Ações necessárias para superar a crise financeira

1. Ajuste seu fluxo financeiro

A origem de uma crise financeira pode ir muito além da diminuição de vendas. Por isso, a análise do fluxo financeiro e o entendimento das prioridades são essenciais.

Uma ação importante para superar a crise financeira é desenvolver um planejamento realista que diminua este impacto em seus lucros, deixando seu negócio preparado para possíveis quedas nas vendas.

Também é essencial conhecer detalhadamente os custos fixos necessários para a atividade empresarial. Adequar esses gastos, renegociar contratos e buscar fontes alternativas de recursos com valores mais baixos são uma excelente saída para se adequar ao atual momento financeiro.

A contratação de uma assessoria pode ajudar a melhorar o fluxo financeiro organizacional..

2. Analise o endividamento e outros passivos da empresa

Você sabe qual o custo de carregamento e juros de suas dívidas? Já avaliou se as operações contratadas estão de acordo com a legislação?

Um passo importante é verificar o risco patrimonial visando a segurança do seu negócio. Considere os ativos e a vulnerabilidade nos quais eles se encontram. Esse ato é crucial para eliminar as ameaças e os impactos que sua empresa pode sofrer.

3. Faça uma reestruturação empresarial

Para atravessar um momento de crise financeira, talvez seja preciso ir além de um simples ajuste em seu fluxo financeiro. É preciso seguir um plano relacionado às questões de endividamento, patrimônio, revisões contratuais, litígios e arbitragem.

Essa ação pode envolver diversos setores de sua empresa, indo de uma reestruturação de dívidas até a uma reestruturação societária. Uma reorganização societária, por exemplo, pode ser benéfica para superar a crise financeira. É possível desenvolver várias negociações entre seus parceiros para ordenar ou segregar sua carteira de recebíveis, patentes e maquinários, por exemplo.

Mas atenção: é recomendável que essas negociações sejam acompanhadas de uma assessoria jurídica que dê suporte específico a sua empresa. Contar com uma assessoria jurídica ajudará a reestruturar toda a sua empresa, evitando erros durante este processo.

Esse suporte pode também focar na captação de recursos adicionais para a atividade econômica de sua empresa. Assim, outro elemento viável para sua reestruturação empresarial é a alienação ou arrendamento de ativos.

Assim, é possível analisar a viabilidade jurídica e desenvolver uma estratégia para renegociar os débitos de sua empresa. Afinal, o cálculo de suas dívidas e garantias representa também uma prática comum na reestruturação empresarial. Com ela, é possível buscar um acordo favorável que facilite o equacionamento de suas dívidas e favoreça a superação da crise financeira.

4. Corra atrás do dinheiro ao qual sua empresa tem direito

A inadimplência sofrida e a carga tributária possuem, muitas vezes, um grande peso na situação econômica da sua empresa. Os tributos podem ser o que impediu o crescimento da sua empresa, ou mesmo a razão de seus prejuízos.

Muitos gestores não se atentam ao fato de que recorrentemente maior recolhimento de tributos como o  IPI, ICMS, PIS ou COFINS. Isso ocorre em razão do não aproveitamento de créditos tributários. Nesse momento de retração econômica, é importante analisar suas escrituras fiscais para conferir a apuração de créditos de tributos.

É possível superar a crise financeira!

Superar a crise financeira não é impossível, e uma assessoria consistente dará todo o suporte para enfrentar esse momento. Tenha coragem, um planejamento eficiente e esteja preparado para as mudanças.

Quer saber mais? Leia nosso post sobre planejamento financeiro empresarial.



Conteúdo
relacionado por:

Assunto
Advogado

  • Notarial e Registral
  • 03/05/19

Consultoria nos trâmites matrimoniais

Leia mais
  • Estruturação de empresas
  • 19/01/18

Onde pedir ajuda na crise?

Leia mais
  • Estruturação de empresas
  • 20/11/17

Permuta corporativa: uma modalidade a ser aproveitada na crise

Leia mais
  • Notarial e Registral
  • 16/11/17

Acordo pré-nupcial é coisa de gente rica? Veja 6 motivos para fazer um

Leia mais
  • Trabalhista
  • 27/09/17

Crise financeira: cuidados que toda empresa deve tomar para evitar processos

Leia mais
  • Trabalhista
  • 24/07/17

Entenda as mudanças da Reforma Trabalhista

Leia mais
  • Notarial e Registral
  • 27/04/17

Testamento Vital: o que, como e por que fazer?

Leia mais
  • Transporte
  • 13/04/17

Conheça as novas regras da Anac para serviços aéreos

Leia mais
  • Recuperação de Créditos
  • 05/04/17

Como renegociar dívidas e limpar seu nome?

Leia mais
  • Recuperação de Créditos
  • Estruturação de empresas
  • 21/03/17

Planejamento financeiro empresarial: 7 dicas para colocar em prática

Leia mais