313287.1412

  • Estruturação de empresas
  • 20/11/17

Permuta corporativa: uma modalidade a ser aproveitada na crise


Conhece o termo permuta corporativa? Já pensou em oferecer a uma empresa um bem ou serviço que sua empresa faz, em troca de outro bem ou serviço que precisa e não pode desenvolver por conta própria?

Conhecida como permuta corporativa, essa troca de habilidades entre duas pessoas ou empresas é uma alternativa eficaz para obter serviços ou produtos importantes para a rotina de trabalho. Ao mesmo tempo, sua empresa paga por esse serviço oferecendo sua atividade laboral ao parceiro.

Em um momento de crise, em que sua empresa continua precisando de determinado serviços mas não consegue arcar financeiramente com o investimento, a permuta corporativa pode ser a solução que deixará as contas em dia.

Neste post, apresentamos a permuta corporativa, dando alguns exemplos de como ela funciona e alguns cuidados a serem tomados ao desenvolver esse tipo de parceira

Por que fazer uma permuta corporativa?

É simples: porque sua empresa depende de outros produtos e serviços para seu pleno funcionamento. E que tal fazer isso sem retirar um valor alto de dinheiro do seu caixa? A permuta corporativa é uma transação comercial como qualquer outra, mas, ao contrário do que habitualmente acontece, a forma de pagamento não se dá pelo dinheiro.

Devemos considerar também o momento de crise financeira, em que empresários buscam formas de eliminar gastos e cortar despesas. A economia de recursos ao desenvolver uma permuta corporativa é positiva, trazendo mais comodidade e segurança aos empresários.

Pelo contrário do que muitos pensam, a permuta corporativa é tão recorrente que atualmente existem até mesmo plataformas que possibilitam e organizam a permuta corporativa, como a Tradaq e a Permute.

Benefícios ao trabalhar com permuta corporativa

Receba mais feedback e aperfeiçoe suas operações: Diferentemente de um cliente comum, é possível expandir as relações com seu parceiro de permuta e fortalecer o contato entre ambas empresas. Esse networking é válido, pois possibilita mais feedbacks, ajudando na identificação de pontos fracos, oportunidades e necessidades de melhoria empresarial.

Menores chances de inadimplência: Ao passo que não depende de dinheiro, é menos provável que através da permuta corporativa sua empresa tenha um parceiro inadimplente. Afinal, ele paga seu trabalho com a própria atividade laboral.

Solução para épocas de poucas negociações ou vendas: se sua empresa trabalha com estoque regular, a permuta corporativa pode ser uma forma de garantir que sua empresa esteja preparada para a mudança de estoque sem produtos parados. Ao mesmo tempo, se seu serviço está enfrentando um momento sem fechar muitos negócios, seus funcionários não ficarão ociosos, mantendo as operações.

Aumente a sua régua de clientes: a partir de seu parceiro, é provável desenvolver novas parcerias. Isso porque a empresa que faz permuta com seu negócio, conhecendo a qualidade do trabalho, poderá recomendá-lo à terceiros. Afinal, se seu parceiro confia no serviço que sua empresa presta, por que não faria propaganda sobre ele?

Cuidados ao trabalhar com a permuta corporativa

Organize a parceria em contrato: É essencial, assim como em uma troca de serviços pagas, desenvolver um contrato discriminando o que cabe a cada parte da parceria. Assim, ambos resguardam seus direitos e deveres dentro da permuta corporativa.

Defina bem como é feita cada troca: Definir quanto vale o trabalho de cada empresa pode ser complicado, afinal, certas atividades possuem valor de mercado superior a outras. Evite problemas e considere, mais do que o preço cobrado aos demais clientes, a troca de benefícios proposta. Para evitar esse tipo de conflito, plataformas de permuta corporativa utilizam o sistema de permuta multilateral em troca de créditos. Assim, todos saem ganhando.

Não faça tudo a partir de permutas: No início, a troca de trabalhos a partir de permuta pode parecer promissora, mas ela não pode superar a necessidade de pagar contas e funcionários. Reveja sempre quanto dos seus esforços laborais estão sendo dedicados a isso e, caso isso esteja afetando o desenvolvimento do trabalho de seus funcionários ou limitando seu caixa, pense em limitar esse tipo de parceria.

Preparado para fazer uma permuta corporativa?

A permuta corporativa abre possibilidades para novos negócios e oportunidades personalizadas para sua demanda. No seu negócio, pode ser a chance que faltava para obter vantagens e ser mais lucrativo. Tenha coragem e invista nessa modalidade!



Conteúdo
relacionado por:

Assunto
Advogado

  • Estruturação de empresas
  • 19/01/18

Onde pedir ajuda na crise?

Leia mais
  • Notarial e Registral
  • 16/11/17

Acordo pré-nupcial é coisa de gente rica? Veja 6 motivos para fazer um

Leia mais
  • Trabalhista
  • 27/09/17

Crise financeira: cuidados que toda empresa deve tomar para evitar processos

Leia mais
  • Trabalhista
  • 24/07/17

Entenda as mudanças da Reforma Trabalhista

Leia mais
  • Estruturação de empresas
  • 12/07/17

Como superar a crise financeira na sua empresa

Leia mais
  • Notarial e Registral
  • 27/04/17

Testamento Vital: o que, como e por que fazer?

Leia mais
  • Transporte
  • 13/04/17

Conheça as novas regras da Anac para serviços aéreos

Leia mais
  • Recuperação de Créditos
  • 05/04/17

Como renegociar dívidas e limpar seu nome?

Leia mais
  • Recuperação de Créditos
  • Estruturação de empresas
  • 21/03/17

Planejamento financeiro empresarial: 7 dicas para colocar em prática

Leia mais